quinta-feira, 29 de agosto de 2013

O quarto em projecto



A menina da mamã dorme na sua caminha, no quarto do papá e da mamã, mas tem o quarto em projecto...
Recordo agora a primeira peça que compramos, no Natal passado, numa feira: uma figura para pendurar, a Guardiã do Infinito, da dupla Senhor de Si... Tão delicada, mesmo à medida de uma bebé! Depois, foi uma peça de mobiliário, uma cómoda Hemnes, do Ikea, com linhas simples para não cansar, e tão necessária para guardar as roupinhas, fraldas, mantas, etc. Testamos o fecho das gavetas e se seria fácil fazer tombar, antes da decisão final.
Outra peça feita à medida é um quadro que encomendamos à Célia Fernandes, do Caderno de Recortes, que é uma delícia... É curioso como se descobrem tantas coisas lindas ao navegar pela net!
É claro que não podíamos deixar de referir mais outra descoberta online, as bonequinhas maravilhosas da Ladybug's Experience!
Temos, e aqui estão verdadeiros tesouros, presentes feitos pela tia artesã e também por amigas da mamã...
Não queremos encher o quarto em demasia, para que seja confortável e um espaço de muita brincadeira.
O tempo voa e temos mesmo de deitar mãos à obra, para transformar as nossas ideias em realidade!!

Nota: As peças referidas no texto foram todas escolhidas e compradas por nós, pelo que se trata apenas de uma partilha de ideias, sem qualquer objectivo comercial.







quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Algumas compras para a nova estação



No espírito das estações mais frias que se aproximam, dou comigo a pensar que a menina da mamã precisa de muita roupa, porque todo o "enxoval" que tínhamos e todas as prendas que recebemos destinaram-se ao primeiro semestre de vida, nas estações mais quentes.
Uma das maiores dificuldades que tenho tido é ao nível da escolha dos tamanhos, porque a bebé tem crescido muito rapidamente, se bem que a tendência será o abrandar deste exponencial.
Assim sendo, aproveitando mais uma sesta e a ajuda de uma das vovós, fui conhecer a nova colecção da Zara Baby.
Aqui ficam as minhas compras de hoje. A menina da mamã vai ficar tão linda!!!






Zara Baby

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Os primeiros passos do Outono



Estamos a pouco menos de um mês da entrada do Outono e apesar das temperaturas diurnas ainda estarem altas, tenho vindo a observar os primeiros passos da nova estação... As noites mais frias, as folhas que se vão amontoando no chão, o início do novo ano escolar...
Como boa filha do Outono que sou, esta é a minha estação preferida, com os seus tons ricos de cobre, vermelho, amarelo e castanho a tingirem as copas das árvores, a luz mais suave e dourada do sol, as maçãs, as uvas e as castanhas... Raposas, ouriços e corças...
Quando chegava esta altura, e porque no meu tempo de escola primária, as aulas começavam em Outubro, adorava ver todo o novo material escolar: as mochilas, os cadernos, as canetas e lápis, os novos livros. Fui daquelas que coleccionou as figurinhas de borracha perfumadas!!
E é assim que o tempo corre tão veloz e a menina da mamã está cada vez mais crescida. Vai começar agora a comer as suas sopinhas!
Lá chegará o tempo de pensar nas coisas da escola, mas por agora quero que tudo abrande para viver cada momento com a bebé!!!



sábado, 24 de agosto de 2013

O passeio à Estufa Fria



Os sábados são os nossos dias preferidos para dar passeios mais longos... os três, sem pressas...
Hoje, fomos até à Estufa Fria... Eu já nem lembrava quando é que lá tinha ido pela última vez e o papá também não. O importante é que foi a primeira visita da menina da mamã!!
Embora tenha adormecido a caminho do nosso destino, pois a calçada portuguesa oferece um bom embalo e tenha continuado a dormir durante uma boa parte do nosso percurso, a bebé acordou a tempo de estar rodeada de tons de verde pontuados com rosas, diversos tons de laranja e roxo.
A tranquilidade deste espaço é fantástica ao sol do fim da tarde e acompanhada pela canção das pequeninas cascatas, que alimentam os lagos espalhados pelas várias estufas.
O aspecto mais difícil da passeata foi a circulação com o carrinho... há muitas escadas e os poucos acessos mais directos estavam em manutenção. No entanto, isso não nos desmotivou! Enquanto houver força nos braços e pernas, tudo se consegue!!
E tudo vale a pena, quando se vê o sorriso fantástico da nossa pequenina que está a descobrir tudo!!







quinta-feira, 22 de agosto de 2013

A descobridora



Os portugueses têm alma de descobridores, tendo dado "novos mundos ao mundo" e não só. Apesar da crise ou através dela, é muito bom saber que há tantas pessoas cheias de criatividade, autênticos descobridores do século XXI.
O mundo da menina da mamã ainda não atravessa oceanos, nem contorna continentes, pelo menos em sentido literal... No entanto, é um mundo completamente novo, repleto de coisas desconhecidas, prontas para serem encontradas.
Já vos tenho falado em posts anteriores do deslumbramento do papá e da mamã com cada fase da bebé, mas agora iniciados os 4 meses, o entusiasmo com cada progresso diário é exponencial. Ficamos deliciados ao vê-la observar com toda a atenção a sua mãozinha, que já não se aproxima perigosamente dos olhos para ser vista, mas antes como a terminação do braço e com deditos que se mexem um de cada vez.
Uma das mais recentes "proezas" é agarrar nos pézinhos. Outra fantástica descoberta é tirar a chucha da boca, vê-la em pormenor e tornar a colocá-la na boca, sendo que esta tarefa ainda necessita de aperfeiçoamento ou da nossa ajuda, claro.
Só estamos no princípio das nossas viagens, que já estão a deixar as suas marcas na história familiar!


quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Compras "em linha"



Sempre tive um grande fascínio pelas compras online... Saber que quase tudo está à distância de umas teclas reais ou virtuais, a qualquer hora e em qualquer lugar tornou-se reconfortante, principalmente com a chegada da menina da mamã.
Quero aproveitar o mais possível cada momento com a bebé e andar de loja em loja não é propriamente o melhor programa para fazermos em família, pelo menos nesta idade. Lá chegará a fase em que ficarei toda contente por partilharmos estes momentos tão girlie!!
As sestas têm sido os momentos mais utilizados para navegar por páginas do facebook ou não e descobrir desde utilidades a peças de roupa para a mais pequenina, mas não só... Ainda não me aventurei a fazer compras de supermercado à distância, mas vou tentar em breve!
Sendo uma pessoa que já gostava de estar em casa, quando o nosso coração está lá a maior parte do tempo, trazer o mundo exterior até nós é uma óptima solução!!



segunda-feira, 19 de agosto de 2013

O Papá



Tenho falado muito da minha experiência, enquanto mamã, e das fases de desenvolvimento e deslumbramento que a bebé nos dá todos os dias... Mas não me tenho debruçado muito sobre o Papá e ele é tão importante!
O Papá cuida das suas meninas 24 horas por dia, 7 dias por semana... E quando falo em cuidar, não me restrinjo a exemplos como mudanças de fralda da Menina pequenina ou fazer as compras do supermercado... O Papá rodeia as suas meninas de tanto amor, tanto apoio, mesmo quando estamos todos cansados e rabugentos, depois de noites mal dormidas! O caminho da Mamã e da sua Menina nunca poderia ser tão feliz sem o Papá!
Adoramos-te, assinado Mamã e a sua Menina


domingo, 18 de agosto de 2013

O que faz uma aventura?



Nunca me considerei uma pessoa muito aventureira, aliás pelo contrário... Por exemplo, quando viajo, gosto de levar tudo o mais organizado possível, pelo menos no que respeita a transportes e alojamento. Como já escrevi num post anterior, levo tempo a ficar de malas aviadas, pois tento enquadrar o maior número de situações possíveis, quer meteorológicas, quer logísticas. Soa a aborrecido?
Talvez, mas cada um é como cada qual.
Não quer dizer que eu seja uma absoluta resistente ao improviso, mas até para improvisar são precisas algumas coisas básicas.
Com a menina da mamã, as prioridades centram-se sempre nela e em tudo o que ela possa precisar. Por ser ainda tão pequenina e ter uma série de coisas que são indispensáveis, nomeadamente ao nível da alimentação, ainda não arrisco deslocações internacionais.
No entanto, de uma coisa eu e o papá temos a certeza: a nossa bebé é a grande aventura das nossas vidas!!



sábado, 17 de agosto de 2013

A primeira papa

Hoje foi um dia muito especial: a menina da mamã comeu a sua primeira papa!! Claro que antes do grande momento, foi necessário prepará-lo e comprar tudo o que julgávamos necessário, como o primeiro prato e as primeiras colheres, para além da papa propriamente dita, sem glúten.
O que ficamos a perceber na hora H, foi a importância de um babete que "recolha" a papa que vai caindo, para a bebé não ficar toda encharcada. Outra coisa que também percebemos, é que a mamã não é suficientemente veloz com a colher, o que resulta em choro por falta de alimento. À medida que a refeição se foi tornando menos consistente, a menina da mamã começou a gostar menos da novidade.
Mas, no geral, a experiência correu bastante bem e temos todos de ganhar à vontade com esta fase, onde vão acontecer tantas coisas novas!!




sexta-feira, 16 de agosto de 2013

O tempo voa



Parecia que ainda ontem tínhamos acabado de chegar a casa, com a menina da mamã recém-nascida...   E agora damos por nós a preparamo-nos para montar a caminha de grades, pois o berço está cada vez mais apertado.
Ainda ontem, só tínhamos de pensar nos intervalos do leite e agora, já vamos passar a ter jantar com papa.
A bebé já gosta de agarrar tudo o que vê, sobretudo desde que tenha muita cor... Curiosamente, já desenvolveu um fascínio por comandos de televisão... Sempre pensamos que fosse mais tarde.
Damos por nós a arrumar as roupinhas que já estão muito pequenas e a chegar à conclusão que aquele vestido que parecia tãoooo grande, já está pronto a ser usado.
Se eu pudesse, parava o relógio do tempo!!!



quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Dia de vacinas e consulta



Como mamã galinha que sou, os dias de vacinas e consulta revestem-se sempre de stress. A menina da mamã é uma bebé muito saudável, pelo que as consultas têm sido as de rotina, acompanhando o seu desenvolvimento.
Agora no que toca a vacinas, fico sempre arrepiada e com sentimentos mistos: por um lado, a necessidade de protegê-la e prevenir doenças muito graves e por outro, saber que ela vai sentir dor, sem saber porquê. Se eu pudesse receber as vacinas e ela ficasse imune, por osmose, seria perfeito!
Cada vacinação tem vindo a ser um pouco mais fácil de enfrentar do que a anterior, ao vê-la suportar as "picas", quase sem chorar.
Podem pensar que esta mamã é muito tonta e exagerada, ao querer evitar a todo custo que a sua menina sofra, mesma que seja algo tão instantâneo como uma injecção... Mesmo sabendo que o choro da bebé é, para já, a sua forma de comunicar e mesmo identificando a origem, o que eu quero é vê-la sempre a sorrir e com saúde!!
Depois das vacinas, vem sempre o período de vigilância para qualquer reacção, nomeadamente febre. E é nesta fase que nos encontramos... So far, so good, felizmente!



terça-feira, 13 de agosto de 2013

5 Sentidos - O Olhar



Continuo, hoje, a nossa redescoberta dos 5 sentidos, desta vez através do olhar. A viagem maravilhosa começou ao ver a menina da mamã, ecografia a ecografia, cada vez maior e mais desenvolvida, durante a gravidez. Outro ponto de vista, foi a barriga a crescer, primeiro tão discreta e no final, enorme!!
O momento que a mamã e o papá guardaram desde logo na memória do coração foi a primeira vez que viram a bebé e souberam que ela estava óptima! A partir daqui, passamos horas a olhar para a carinha, mãozinhas, dedinhos, pernocas, pezinhos e tudo o mais... Acordada ou a dormir...
Conforme ela vai crescendo, é tão bom perceber todas as conquistas, as descobertas e o apurar da sua visão... O fascínio das fotos a preto e branco, dos candeeiros, com as suas luzes e sombras. As cores primárias, onde o amarelo foi logo favorito. O móbil e a roca que já consegue agarrar. Quando vê a chucha, abre logo a boquinha ou então, se não lhe apetece, fecha.
E a maior doçura é o sorriso quando vê a mamã e o papá!!


Calor, demasiado calor



Esta não é a primeira vaga de calor deste Verão, nem a mais longa... O final de Junho/ princípio de Julho foi pior, com mais dias seguidos a não dar tréguas. No entanto, este fim de semana foi quentíssimo!!! Como pessoa que gosta mais do tempo frio, apesar de friorenta, sofro com o calor, com quebras de tensão e má circulação... Até rimou.
Mas a verdadeira preocupação foi a menina da mamã e tentar mantê-la o mais fresca e hidratada possível. Estivemos envolvidos na penumbra dos estores corridos para afastar as altas temperaturas... Foi apenas uma sensação ilusória dada pela sombra, porque o ar estava demasiado abafado. Ao fim do dia, as janelas abertas não faziam correr uma brisa, sequer. Fomos verificando a temperatura da bebé, verificando as fraldas e dando o leite, para combater qualquer sinal de desidratação. O sono ajudou a evitar uma transpiração excessiva e a consequente perda de líquidos... Enfim!
Cá estamos, depois de uma descida, com os termómetros novamente a subir... Só posso dizer que as previsões francesas do Verão mais frio dos últimos 200 anos foram completamente ao lado!



sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Surpresas na fralda e o choro da noite



Com o papá ainda de férias, os passeios pela cidade, ao fim da tarde, são um bocadinho mais longos, aproveitando a luz do tempo de Verão. A menina da mamã costuma dormir embalada pela trepidação que a calçada irregular provoca nas suas quatro rodas. Hoje, não foi excepção. O que também parece estar a tornar-se um hábito sempre que paramos para lanchar qualquer coisa, e a pausa para comer aplica-se aos três, é a surpresa na fralda da bebé... Serão os ares citadinos mais estimulantes que os caseiros, nesta matéria?
Não posso também deixar de partilhar convosco aquilo que muitas mamãs já experimentaram: os cafés, restaurantes e superfícies comerciais em geral não estão preparados para bebés ou crianças que ainda usem fralda... É claro que já há boas excepções, mas seria de esperar que os espaços bastante recentes tivessem este tipo de preocupação, por defeito. Agora, em casas de banho tão apertadas, onde nem a água para lavar as mãos está disponível, torna-se mais complicado. Mas nada que uma mamã e um papá prevenidos não resolvam.
A coroar os finais de dia, a menina da mamã parece estar ganhar outro novo hábito. Como já falei no post anterior, ela é bastante tranquila e risonha... No entanto, tal como ontem, o choro repentino, forte e sem razão aparente manifestou-se, mais ou menos à mesma hora... Será que um novo padrão de sono está a aparecer, sob a forma de birra? Aguardemos pelos próximos capítulos...



quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Coração de Mamã





Há muita coisa que, enquanto filha, nunca consegui ter a noção, mas agora como mamã vejo com outros olhos.

O meu coração, em relação à minha bebé, fica apertado quando penso que algo possa não estar bem com ela, que possa estar com dores que eu não consigo eliminar, que possa estar doente... Enfim, o que qualquer mamã deseja é que os seus filhotes nunca passem por nenhuma espécie sofrimento. Para além disso, sempre tive uma imaginação particularmente fértil e pessimista, que me leva a pensar em cenários altamente improváveis e a angustiar-me normalmente sem motivo.
É aqui que entra o apoio indispensável do papá, trazendo a mamã de volta à terra e à razão.
Hoje, foi um desses dias, pois a bebé sempre risonha e tranquila teve um ataque de choro muito forte e não antes visto, sem causa aparente. Talvez eu ande mais sensível ou a ler demasiada informação sobre doenças infantis... O que é um facto é que deixei-me ir abaixo. Poderão pensar "o quê?! Por tão pouco???"
O coração tem razões que a razão desconhece, como dizia Pascal, e o coração de mamã encontra razões absolutamente ocultas e por vezes absurdas para qualquer mente sã e racional.
Afinal, como já li tantas vezes, a minha filhota é a única que conhece o som do meu coração por dentro.




terça-feira, 6 de agosto de 2013

Histórias de encantar






Num mundo actual cheio de dificuldades e onde é cada vez mais raro ouvir boas notícias, sabe bem deixar a realidade de lado e mergulhar em histórias de encantar. Quando eu era pequenina, a minha mãe contava-me muitas... Algumas inventadas por ela, outras provenientes de livros. De entre os livros, havia um que me foi lido vezes sem conta, principalmente quando eu estava doente... "O Bosque Mágico". Era tão bom saber que no fim de todas as complicações, tudo ficava bem. Aliás, para mim, essa é uma das coisas importantes a retirar dos contos e que nos ajuda a crescer com esperança: o Bem triunfa sempre, mesmo que na realidade não seja exactamente assim.
A menina da mamã começa agora a ver livros com cores e formas bem definidas, sem narrarem uma história. Como adoro ler e adoro ilustração, já comecei a escolher alguns livros para vermos todos juntos, cá em casa, quando a bebé for mais crescida. Os bons hábitos não se perdem!!



De malas aviadas




Não gosto de fazer malas desde que me conheço por gente e nessa altura ainda tinha quem as fizesse por mim.

Actualmente, tendo a ligar o complicómetro, logo que a simples ideia de deitar mãos à tarefa me assalta... Por isso, vou adiando até ao derradeiro momento, na véspera da viagem, seja ela curta ou longa, lá fora ou cá dentro... Isto é quando já devia estar tudo pronto e eu a dormir.
Primeiro, decidir qual o invólucro (mala, saco, mochila, o que houver) a utilizar. Depois, começa a difícil tarefa, pelo menos para mim, de decidir qual a roupa e sapatos que vou levar ... Tudo porque gosto de ir prevenida para qualquer situação, faça chuva ou sol, frio ou calor... E eu sou de extremos, tenho muito frio e fico facilmente a "morrer de calor".
É nesta fase que o espaço que tinha destinado para transportar facilmente as coisas começa a encolher drasticamente... Já cheguei a sentar-me em cima de malas para as fechar. Para o fim, ficam os produtos de higiene e medicamentos básicos... Esta é a parte mais fácil.
Falta agora a estreia a fazer malas com a menina da mamã!! Aí sim, é que vai ser a loucura, pois vou querer levar tudo e mais uma alguma coisa, mesmo que seja para dois dias não muito longe de casa. Nas palavras do papá, se eu pudesse agarrava nas gavetas e esvaziava-as directamente para o saco ou sacos...
Seja como for, é uma nova experiência que promete ser épica!




segunda-feira, 5 de agosto de 2013

As pequenas coisas




É tempo de Verão, tempo de férias. Para esta mamã e para o papá também, estas férias estão a ser diferentes, mas nem por isso menos boas... Este ano, ainda não há praia, mas há a menina da mamã!! É preciso respeitar a sua "tenra" idade e principalmente a tenra idade da sua pele

Os passeios são ao jardim ou alguma esplanada mais ao final do dia. Depois, há as actividades mais caseiras... Adoro cozinhar e hoje lá fui fazer um chá gelado com sabor a lima e a flor de sabugueiro, para acompanhar uma massa fria improvisada. Já mais à noite, aproveitei para ver o "Gru, o Maldisposto" que ainda não conhecia, ao lado da bebé que já dormia no seu bercinho. São coisas simples, mas são excelentes! Para nós, c'est la vie en rose!



domingo, 4 de agosto de 2013

Sonhos realizados





É noite, o sol já há muito se escondeu e as estrelas brilham timidamente, num céu citadino ofuscado pelas luzes solitárias dos candeeiros... A menina da mamã dorme tranquila envolta em doces sonhos....

Quando me iniciei na blogosfera, fui trazida pelo gosto de escrever, mas acima de tudo pela possibilidade de parar e reflectir um pouco sobre a extraordinária aventura de ser mãe, na qual embarquei há cerca de um ano (gravidez incluída, claro).
A todas as horas, minutos e segundos, fico maravilhada pela minha bebé... Pelo seu sorriso, pelo seu olhar, pelas suas mãozinhas, pezinhos, tudo, mas mesmo tudo... Não tenho palavras para descrever...
Linda, muito linda!!!!!!





sábado, 3 de agosto de 2013

Desarrumação arrumada



Não sendo uma pessoa particularmente organizada, por natureza, com a menina da mamã, a desorganização aumentou... Não só a física, mas a psicológica, associada ao cansaço das noites mal dormidas (o sono sempre omnipresente).

Naturalmente, a minha prioridade é sempre a bebé e tudo o que lhe está associado. Nunca me esqueço de comprar as fraldas ou algum creme, por exemplo. Por outro lado, se tenho alguma chamada para fazer ou algo para comprar para casa, é frequente ir adiando, adiando...
Também nunca tive uma casa impecavelmente arrumada, e agora é normal ver fraldas de pano, chuchas, babetes espalhados por todas as divisões... Aos brinquedos, lá chegaremos, pois ainda estão confinados à cama/parque.
Mas nada irá bater o início das sopas e papas... Tudo irá assumir uma nova e pegajosa dimensão!
Acredito que existem muitas mamãs que conseguem conjugar tudo e ter a casa num brinco... Não é o meu caso. Sei que faço uma má gestão do tempo, mas para a menina desta mamã nunca faltou, tendo sempre e em grande quantidade, muita atenção e muito amor!
Viva a desarrumação arrumada!




quinta-feira, 1 de agosto de 2013

We can do it!



Sempre gostei muito do poster que ficou conhecido para a História como We Can Do It, criado por J. Howard Miller. Sendo no seu contexto original, em 1943, utilizado como propaganda da Westinghouse Electric para motivar a moral dos trabalhadores, durante a II Guerra Mundial, atingiu maior notoriedade dos anos 80 em diante, normalmente associado ao feminismo.
Como mamã de primeira viagem, enfrento diariamente muitas dúvidas resultantes da minha natural inexperiência. Pergunto-me muitas vezes se estarei a fazer tudo bem e se vou conseguir conjugar todas as tarefas sem faltar à bebé.
É aqui que entra a imagem motivacional e sem dúvida, as palavras que a minha irmã me disse: "quando nasce um bebé, nasce também uma mãe. Uma mãe consegue fazer tudo pelos seus filhos".
Vou repetir estas palavras ao longo da vida, muitas vezes!