sábado, 5 de abril de 2014

As mamãs não ficam doentes





O dia de ontem acabou com um jantar atribulado para a menina da mamã, que não conseguiu aguentá-lo no seu pequeno estômago. Com os dentes a quererem romper, pensamos inicialmente que seria uma indisposição passageira. Quando a situação se repetiu durante a noite, percebemos que a bebé tinha de ser observada, para descobrirmos a origem do problema. 
Lá fomos para as urgências, sempre preocupados, pois foi a primeira vez que isto nos aconteceu. O diagnóstico foi gastroentrite  viral, sendo necessário fazer com que o soro fosse dado em muito pequenas quantidades de cada vez, até começar a ser "aceite" pelo organismo da nossa pequenina. O próximo passo é uma dieta, também com quantidades de alimento reduzidas. Fora isso, teremos de esperar que vá passando.

A minha mãe sempre me disse, com um sorriso, que as mamãs não ficam doentes, para poderem continuar a cuidar sempre dos seus filhos. Nem sempre assim acontece, mas parece que ganhamos resistência extra para nos mantermos dedicadas a eles [filhos]. Uma coisa é certa, a minha mãe, até hoje, raramente ficou doente. Mesmo cansada, sempre se dividiu em mil e uma tarefas, e sempre esteve de vigília às nossas cabeceiras (a da minha irmã e a minha), até ficarmos bem.

Felizmente, a menina da mamã parece estar a recuperar e os corações do papá e da mamã estão um pouco mais sossegados. Mas vamos continuar com os 5 sentidos sempre alerta, até a vermos novamente saudável.




Imagem retirada de http://www.keepcalm-o-matic.co.uk/

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários estão sujeitos a moderação, pelo que após a mesma, serão publicados