domingo, 30 de outubro de 2016

Mercado Blog da Carlota: O que vimos, o que trouxemos e como planeamos






Os mercados, como já falamos aqui, permitem encontrar uma boa quantidade de marcas num único espaço, muitas das quais têm venda maioritariamente online. Mas para aproveitar estes eventos da melhor forma, no que respeita a compras, é necessário planear. Desta forma, evitamos grandes derrapagens na organização dos guarda-roupas a cada estação. 
Com dois filhos, sendo um deles muito pequeno e facilmente impaciente, o ideal é escolher o mercado que reune o maior número de marcas com peças que temos potencial interesse em comprar... Não é possível ir a todos, sem muito choros e birras, consumindo também boa parte dos fins de semana, desta forma.


Depois de tomarmos essa decisão, o passo seguinte para um bom planeamento é acompanhar de forma atenta o que as marcas estão a preparar, nomeadamente lançamentos exclusivos para épocas especiais como o Natal, quais os tamanhos previstos e uma noção dos valores das peças.
A etapa mais importante é sem dúvida a triagem das roupas que já temos: verificar o que serve e o que não serve, no caso das crianças, bem como as que já estão muito desgastadas. No caso das mamãs, separar o que usamos daquilo que só está a encher as gavetas e o armário. Finda esta análise, é preciso ter em conta as peças com as quais efectivamente contamos, para pensar no que poderemos trazer. 





Para este Mercadito, o nosso principal objectivo era encontrarmos malhas, túnicas/t-shirts de gola e uma peça para cada um já a pensar nas Festas. A quadra natalícia pode ser uma verdadeira perdição nos vestidos para as meninas, mas a experiência ensinou-me que, a menos que tenhamos previsto um bom número de ocasiões nas quais poderão ser usados para além desta quadra, arriscamo-nos a que sejam usados apenas uma vez, pois no ano seguinte provavelmente já não irão servir (aqui tenho em conta situações iguais à nossa, em que os filhotes são de sexo diferente). 






Com o "trabalho de casa" feito, o ideal é ter uma planta da distribuição das marcas no espaço, (nas últimas edições, as organizações dos diferentes mercados têm disponibilizado esta informação) para evitarmos o efeito barata tonta, tendo em conta que a afluência é grande e pode ser mais difícil encontrá-las.

Agora, deixamo-vos com algumas das nossas compras: 

(Scroll down for english)


Camisola Little Wings e Camisa Maria Bianca para o Afonso (Little Wings Jumper and Maria Bianca Classic Baby Boy Striped Blouse)


Camisola Little Wings que para além de ser um matchy matchy com o mano, vai ficar perfeita com as calças que trouxemos do Barral Day (Matching Little Wings Jumper for Alice that will look perfect with the floral trousers we bought at Barral Day)



Casaco Azulão Letras Bordadas e Túnica Castelos nas Nuvens, a pensar num fofo também azulão Grace Baby and Child que compramos para o Afonso nos saldos de Inverno (Letras Bordadas Peacock blue cardigan and Castelos nas Nuvens plaid blouse that will match an also peacock blue romper we bought on winter sale at Grace Baby and Child)



Vestido em lã e t-shirt de gola cardada em azulão Letras Bordadas a pensar nas Festas para a Alice - Simples, mas tão bonito, este conjunto será possível estender as outras ocasiões e combinar com outras peças (Letras Bordadas Wool dress and ruffled collar longsleeve for Alice - Simple yet beautiful, this garment will be worn at the Holidays, but also in other occasions)


Jardineiras de Esquilos Tictac Babies ( a nossa peça extra plano, mas é irresistível :) ) para o Afonso (Tictac Babies Squirrels short dungarees for Afonso - our extra plan piece, but it is irresistible)

Polar Borboleta para a Alice estar quentinha nos dias frios que vão chegar (Borboleta Fleece Jumper for Alice)


Uma das almofadas que trouxemos personalizada e a pensar nas lembrança de Natal pelas mãos da sempre talentosa Dream Pillows (One of the embroidered star pillows we bought for our Christmas gift list, by the talented Dream Pillows)

Markets are always a good idea to find a lot of brands gathered in one place, specially those brands that sell mainly online. But it takes some planning to make the most out of these events. 
With two children, considering that one of them is still very young and impatient, we usually choose the event that will bring together the greater number of brands that we are going to potentially buy from. This way, we'll avoid further tantrums.
After making this decision, the next step is to keep a close look at what the brands are preparing, namely special editions, sizes and prices.
Now, we are ready for the most important step of our shopping plan: checking what still fits to our children and what doesn't, and also what is to outworn. To mothers, the rule applies to what we still wear and what is just cluttering our wardrobes. 
To this edition of the Mercadito, our main goal was to find knit wear, tunics/blouses and a special piece of garment to the Holidays to both Alice and Afonso. Christmas special edition dresses can be very tempting, but unless you are considering that you'll have more occasions for your girl to wear them, it's probable that they are worn only once. This applies to all of those who, like us, have children with different gender.
Finally all the "homework" is done. Ideally, you should have a site plan of the market, so that you can easily find the brands you want. 

Please find above some of our shopping :)



Até já! See you soon!

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Ideias para o Natal #1





Novembro está à porta e com ele a contagem decrescente para o Natal. Como é uma época que gostamos de viver de forma tranquila, tentamos (e aqui friso tentamos, mas muitas vezes, pelo menos desde que nos tornámos pais, acabamos por não conseguir) preparar com antecedência. As prendas estão longe de ser o centro deste tempo de espera numa Esperança Maior, mas faz todo o sentido fazermos-nos presentes junto daqueles que nos são queridos com uma lembrança. 
Já recheada de novidades para a quadra natalícia, a Avon preparou um final de tarde especial, cheio de brilho e cor. 



Para além das suas linhas de cosmética e maquilhagem, foi possível descobrir linhas de homewear, denim, decoração e é claro, muitas sugestões para as crianças.








De entre tantas ideias que fomos descobrir, há uma que destacamos: o perfume Avon Life, que resulta de uma parceria com o estilista Kenzo


Com notas doces e frescas, já cativou a metade feminina cá de casa para o usar ;) Ah e a metade masculina também gostou imenso desta fragrância.
Esperamos que gostem desta primeira mão cheia coisas giras!!

Até já!

(Scroll down for english)
 


The month of November is in our doorstep and the countdown for Christmas is on. As we like to live peacefully  this time of Advent, we try to prepare things in advance (which is sometimes hard since we became parents... We are always running errands). The core of this Season isn't about the presents, but it makes sense to cherish the ones we love with a gift, no matter how small, but filled with a piece of "us".
We went to Avon Showroom to find out what's new for the most wonderful time of the year. From sheer make up to cosmetics, there's also the homewear and the denim collection, Christmas home decorations and of course, the children collection (photos above).
There is one special idea that we would like to share: Avon Life, a fragrance created within a partnership with Kenzo.
It has captivated the feminine half of our home, with its sweet and fresh notes... And our home boys as well ;)
We hope you like this first handful of suggestions!!


See you soon!
 

domingo, 23 de outubro de 2016

Cada filho, cada diferença





O primeiro filho não é um ponto de comparação, mas antes uma referência para os pais, quando nasce o segundo.
A Alice nunca gatinhou... Começou logo a ficar em pé agarrada às grades da cama, aos móveis, a nós. Aos 13 meses e meio, andava sem dificuldade na areia da praia, mesmo com todas as irregularidades do terreno.
O Afonso começou a querer fica em pé por volta dos 10 meses, mas o apelo de gatinhar foi mais forte e prático: está sempre ao nível dos brinquedos e pode parar para descansar sentado, sem qualquer dificuldade. Agora dá passinhos tímidos, mas ainda gosta mesmo é de gatinhar.

Como foi convosco?


(Scroll down for english)

video
                                                                             


Music: Bobby Darin - Splish Splash

The eldest child isn't a point of comparison, but will always be the parents' first reference, when the second child is born.
Alice never crawled... She began to stand, holding to her bed, every piece of furniture and to our legs. When she was 13 and a half months, she was able to walk at the beach by herself, even though the ground was unstable.
Afonso began to stand when he was 10 months old, but the urge to crawl was stronger and more practical: he can always find his toys along the way and he can stop and rest with no effort. By now, he's giving baby steps, but what he really loves is crawling.

Please, tell us about your experiences :)


Até já! See you soon!

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Estão a olhar para mim!?!??!?!





Está a chegar a época mais divertidamente assustadora do ano e apesar de não ser uma tradição portuguesa, a mamã sempre achou esta festa fantástica. Tudo começou com o livro ilustrado por Richard Scarry, "Cada Terra, Seu Uso" e a imagem é esta:



Com os mais pequeninos, dá ainda mais vontade de aproveitar o Halloween.
Encontramos uma mão cheia de olhos, querermos dizer, de ideias ;) diferentes dos ícones tradicionais desta noite, como é o caso da abóbora e que podemos aproveitar para  além da quadra.

The most fun and scary time of the year is upon us. It isn't a portuguese traditional holiday, but I've always found it fascinating. To me, it all began with the illustrated book by Richard Scarry, "Busy, Busy World" (photos on top of this post).
With the kids, it makes much more sense to enjoy Halloween. We've looked and found some different ideas apart from the iconic pumpkins or spiders, that can be used beyond this night:


Tatuagens Temporárias/ Temporary Tatoos Peekaboo by Violeta Cor de Rosa


Decoração "Eyes on You"/ Halloween Decoration - Photo Credits by Casey Brodley for Oh Joy Blog

Podemos decorar paredes ou vasos de plantas com estes olhos, mesmo que não haja um jardim. We can decorate walls or flower vases, with these eyes, if we don't have a garden or a yard.

Materiais a utilizar para fazer os olhos/Materials for this DIY:

Feltro espesso /Thick Felt
Penas / Feathers
Pratos de papel pretos / Black Paper Plates
Pompons
Cartolinas coloridas / Coloured Thick Papers
Cola para trabalhos manuais /Craft Glue
Pauzinhos de Madeira (daqueles que usamos para as espetadas) / Wooden Skewers
Fio de Nylon (Transparente) / Clear String
Tesoura / Scissor


MiniWilla Poster - Hello



Sleepy Eyes Wall Deco by Mamy Store,  para fazer com que os olhos das nossas casas estejam a dormir... Para um ar mais Halloween, podemos colocar um voltado para cima e outro para baixo / We can pretend that our house''s 
 eyes are asleep, and add some halloween twist, turning
 one up and one down


Divirtam-se!!!!/Have fun!!!!








Até já! See you soon!



domingo, 9 de outubro de 2016

Uma questão de prioridade?





Quem tem prioridade numa fila? 

No passado Domingo, fomos até ao Ikea em busca de mais soluções para organizar os brinquedos da Alice e do Afonso. Quando chegou a hora de irmos os quatro para a caixa, fomos para uma caixa de atendimento prioritário. Será de notar que estas caixas têm uma sinaléctica que informa que todos os que se enquadrem nos grupos de pessoas abrangidos por esse direito de prioridade, devem dirigir-se ao respectivo colaborador para poderem usufrui-lo. Nós não o fizemos, respeitando a ordem da fila já existente e que aparentemente não incluía ninguém nessas circunstâncias. Fomos recebendo alguns olhares discretos pela presença do nosso bebé (na qualidade de acompanhantes de criança com idade inferior a 2 anos), mas tudo foi prosseguindo como estava até aí... Até ao ponto em que o Afonso cansou-se de estar parado, começando a querer escapar daquela pausa e a chorar (alto). Nesse momento, o casal que estava à nossa frente cedeu-nos passagem. Entretanto, atrás de nós, a fila tinha crescido com mais pais nas mesmas condições que as nossas... 
Esta não é uma questão pacífica e foi alvo de revisão legal recente, através do Decreto-Lei n.º 58/2016, de 29 de Agosto (este decreto-lei só entra em vigor a 27 de Dezembro, isto é, 120 dias após a data de publicação), estendendo-se a espaços públicos e privados, definindo de forma mais clara quais os grupos de pessoas que têm direito a atendimento prioritário, nomeadamente o grau de incapacidade ou a idade limite das crianças de colo, bem como a aplicação de coimas em caso de incumprimento.
Nas minhas experiências enquanto grávida e mãe de duas crianças, passei por duas situações extremamente desagradáveis no que respeita a prioridades: 
- Quando estava no último trimestre da gravidez da Alice, em 2013, e estava na fila de um laboratório que não tinha senhas a funcionar nesse dia, a colaboradora da recepção fez questão de me dar prioridade, sendo que uma senhora que estava à minha frente rapidamente soltou a observação "Gravidez não é doença e não tem nada que ser atendida primeiro". Não sendo um espaço público, não havia qualquer obrigatoriedade de me darem prioridade e não sendo eu uma pessoa que goste de me envolver em conflitos, aguardei pela minha vez.


- Num parque de estacionamento, estava a Alice com cerca de 7 meses, estacionei num lugar que estava reservado a idosos, grávidas, acompanhantes de crianças de colo (o meu caso) e portadores de incapacidade, pois não é fácil ter espaço, nos lugares normais, para passar com um carrinho e abrir a porta o suficiente para colocar o ovo. Nesse parque, não havia a distinção de lugares entre os três primeiros casos e os portadores de incapacidade que têm os veículos identificados, que é o correcto. Acabada de sair do carro, reparei que um "zeloso cidadão" ficou parado a observar em pormenor o meu carro. Quando questionei se havia algum problema, respondeu-me "Não vejo aqui nenhum dístico", ao que respondi, "Repare naquela figura representada em 2.º lugar no sinal da parede: acompanhante de criança de colo. Ainda não atribuem dísticos para essas situações." Escusado será dizer que, na sua minuciosa análise, escapou-lhe a presença do ovo, no banco de trás do carro. A situação ficou por ali.
Penso que desde que tenhamos respeito uns pelos outros, tudo pode funcionar bem, sem ser necessário invocar a lei. Sou incapaz de utilizar espaços de estacionamento reservados para o efeito se não estiver com o bebé; não me sento em lugares reservados em transportes públicos, preferindo ir de pé e não vou para caixas prioritárias, se não estiver com o Afonso. 
Esta é apenas a minha opção, pois desde que haja cedência de passagem nas caixas prioritárias ou de lugar reservado em meios de transporte colectivos, os direitos de quem tem prioridade continuam a ser assegurados. Com a extensão da lei aos espaços privados, desconfio que vão surgir muitos conflitos em coisas tão simples como uma ida a um restaurante...
Como têm sido as vossas experiências?




(Scroll down for english)




Who should get priority service?
Last Sunday, we went to Ikea in order to buy some storage for Alice's and Afonso's toys. When the 4  of us got to the checkout counters, we chose a priority checkout counter. These counters show the information that any person entitled to priority should ask for it to that staff member. We didn't ask for it (we could, since we were with a child under 2 years old) and waited in line (which at the time didn't have, apparently, anyone entitled to priority).  As Afonso got restless and began to cry, the couple ahead of us decided to let us through. Behind us, the line had grown with many parents sharing our situation...
This is a delicate matter and the portuguese priority service law has been recently extended to both public and private services, protecting disabled people, elderly people, pregnants and anyone with a child under 2 years old.
I think that if we just respect one another, this kind of laws wouldn't be so necessary... But the fact is that they are, because people are to much focused on themselves.
I have experienced much unkindness during the last term of my first pregnancy and later, when Alice was about 7 months old, when some people around me wanted to deny me the possibility of priority as I went to pregnancy lab tests (in this case, they were successful) and has I was parking my car, carrying my baby girl.
Please tell us about your experiences!!


Até já! See you soon!



quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Paleta Boreal - O Inverno a fazer-nos companhia






O tempo teima em manter-se quente (sim, eu sou daquelas que não aprecia o calor...), mas os tons de inverno cheios de reflexos boreais que misturam os rosas e os cinzas com os azuis (e não só) já são a nossa paleta de inspiração, pois a mamã comprou dois novos tecidos para uns pijamas que vão ganhar vida nos pequeninos da casa:





Pormenor do Tecido/ Fabric Detail Little Friends Collection by  Gutermann - Photo  Credits by Elephant in my Handbag




Pormenor do Tecido/ Fabric Detail Little Friends Collection by  Gutermann - Photo  Credits by Elephant in my Handbag




A luz de presença do quarto da Alice e do Afonso/ Baby Bunny Night Light in Alice's and Afonsos's Bedroom



Fomos descobrir coisas bonitas para aconchegar e decorar os quartos das crianças nestes tons e ainda encontramos um art print gratuito muito querido, mesmo no final do post. Esperamos que gostem ;):

(Scroll down for english)

Foto/Photo found at Franciskas Vakre Verden

Fralda Cinza com pena bordada /Grey Burp Cloth with an embroidered feather by Lovely Kidstore



Foto/Photo found @sivasverden

Manta Boho/Boho Swaddle by Lovely Kidstore


Foto/Photo by @mreiness

Almofadas/Pillows & Bunny Bags by Dream Pillows- Photo Credits by Ara Medicis Photography


Fotos/Photos by Brocaatje


Fox deco stickers by Marydoll

Stars Night deco stickers by Marydoll


Foto/Photo by Hartendief

Cadeira de Baloiço Sundvik / Sundvik Rocking Chair  - Ikea


Art Print Gratuito/Free Printable para/for download by Liz on Call


The weather here, in Lisboa, is still quite warm (I'm one of those who loves colder temperatures), but the winter tones that show the ice reflections, from rose to grey and blue are our inspiration for today's colour palette. I've bought some beautiful fabrics and I'm going to sew a pair of pijamas for the little ones. We have found beautiful and inspirational pieces for kids rooms, and a free printable as well!! We hope you love it, as we do!!


Até já! See you soon!