segunda-feira, 30 de junho de 2014

Jardim e Esplanada do Torel - Uma das melhores limonadas de Lisboa



 


Num fim de semana novamente ventoso e com nuvens, fomos conhecer mais um recanto de Lisboa, com a menina da mamã: o jardim e a esplanada do Torel. Situados no topo da colina de Santana, oferecem uma vista sobre a Baixa, o Tejo e a colina de S. Pedro de Alcântara.




Muito verde e tranquilo, conta com várias espreguiçadeiras que convidam a bons momentos de leitura. Os palacetes que o rodeiam transportam-nos, no tempo, até à atmosfera romântica do séc. XIX.


A entrada principal do jardim é junto ao Campo dos Mártires da Pátria (ou Campo Santana), embora não seja muito fácil de encontrar. Existe também uma segunda entrada (que nosso caso, foi a saída que utilizámos), através de uma pequena travessa existente a meio da Calçada do Moinho de Vento, quando se sobe pela Rua do Telhal, a partir da Avenida da Liberdade. Descobrimos, ainda, que é possível aceder através do Elevador do Lavra.


Para quem leva cadeira de passeio, como nós, existem algumas escadas para ultrapassar na passagem do jardim para a esplanada. Uma vez na esplanada, o espaço é amplo e há um parque infantil bastante próximo, sendo uma alternativa para entreter os mais pequenos. Contudo, o campo de visão a partir da esplanada não permite acompanhar as crianças, pelo que as mamãs e os papás terão de se revezar nessa tarefa.



A menina da mamã assim que viu a lista, ficou muito interessada em saber quais as iguarias que poderia provar. Acabamos por optar por duas excelentes limonadas (das melhores que já provámos) e uns croissants com queijo. Tivemos pena de não poder provar o bolo do dia que já tinha acabado [fomos ao final da tarde], mas ficará para uma próxima oportunidade.













Depois de termos percorrido todos os cantos a que a curiosidade da menina da mamã nos conduziu, foi tempo de regressar a casa.





Ideias para as Mamãs:

A menina [da mamã] está a usar uma camisola navy da Staminee, que se revelou uma excelente escolha para o vento do final do dia, calças de ganga United Colorsof Benetton e um laço Basic Baby azul-marinho, da Lemon Hair Lovers. O chapéu branco em bordado inglês é da Zara Kids.



Até já!

quinta-feira, 26 de junho de 2014

O [meu] guarda-roupa inventado - Liberty, um mundo em tecido






As portas do nosso guarda-roupa abrem-se hoje aos tecidos Liberty, dos quais gostamos tanto. Estes tecidos da famosa loja londrina, fundada 1875, traduzem-se normalmente em padrões florais, com cornucópias ou delicadas formas curvas, transmitindo a sensação de uma natureza orgânica, viva e em perpétuo movimento. Os designers originais destes padrões foram figuras importantes dos movimentos da corrente Art Nouveau, cujo estilo se mantém até hoje, sendo inconfundível.


Apesar do seu carácter “clássico”, adaptam-se a peças com linhas perfeitamente modernas, mas com um toque romântico e nostálgico. E o seu uso não se restringe à roupa, passando por brinquedos, decoração e acessórios.


Para além destes exemplos originais Liberty (imagens em cima) que vão dos babygrows aos babetes, passando por vestidos, casacos e t-shirts, várias marcas estão adoptar padrões sob este estilo para criarem peças deliciosas, como a Lanidor Kids e a Zara Home (os da Zara são mesmo Liberty - identificados na etiqueta). 
A menina da mamã tem um lenço já desde os 4 meses (colecção primavera/verão 2013 Zara Home) e agora uma saia com uma grega em azul céu da Lanidor Kids, (colecção primavera/verão 2014).



Se tivéssemos uma marca de roupa ou decoração, estes seriam os nossos tecidos de eleição!


Nota: As imagens dos tecidos e das duas montagens de peças de roupa foram retiradas da página da Liberty, a quem pertencem todos os créditos fotográficos.


Até já!









quarta-feira, 25 de junho de 2014

Mini by Luna - Uma loja de encantar







No post de 2.ª feira, falámos da nossa ida ao Mega Pic-Nic e do nosso lanche no Lost In. Mas o nosso passeio ainda teve mais uma paragem, numa loja verdadeiramente de encantar: a Mini by Luna. Ao transpormos a porta, passamos para uma atmosfera suave e tranquila, como se entrássemos num quarto de criança, com globos de papel, brinquedos em tecido e grinaldas suspensas.




As peças que aqui encontramos não são portuguesas, mas mostram-nos um pouco do que se faz a nível europeu, com uma selecção deliciosa: a irreverência romântica e divertida da Emile et Ida; a delicadeza da Tocotó Vintage; o conforto colorido da Bobo Choses ou os padrões fantásticos da Bonton.




Acabámos por trazer uma peça intemporal e especial para a menina da mamã, uma túnica em rosa, com pormenores tão queridos, do laço à pequena estrela.






Com roupas que nos fazem sonhar, é um espaço a não deixar de conhecer, permitindo-nos uma extravagância.



Ideias para as Mamãs
A Menina [da Mamã] está a usar uma túnica Tocotó Vintage e calções Lanidor Kids


Até já!

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Mega Pic-Nic e Lost In





A natureza desceu ao coração de Lisboa, no passado sábado, em mais um Mega Pic-Nic Continente. A Avenida da Liberdade ficou mais verde, com muitas árvores de fruto, hortas e animais, cheia de alternativas para as crianças.
Decidimos ir e levar connosco a menina da mamã, pela primeira vez. O espaço fervilhava de actividade, atraindo imensos visitantes. A bebé gosta muito de ambientes animados e este não foi excepção. Com muita atenção e com a natural curiosidade que as situações novas despertam, estava mesmo contente!
Não pudemos deixar de passar no espaço Zippy, um dos parceiros deste evento, com várias iniciativas que passaram pela personalização de peças de roupa, promoções, muitos balões e sem deixarem de pensar também nas grávidas.



Como uma das melhores formas para nos deslocarmos dentro da cidade é mesmo andar a pé, a seguir, rumamos ao Príncipe Real, para lanchar no Lost In. Acolhedor, colorido e com pormenores de paragens longínquas, proporcionou-nos um momento de pausa (relativa), com uma vista desafogada sobre as colinas. 







A menina da mamã continuava com óptima disposição e cheia de energia para explorar a esplanada pelo seu próprio pé. Quando chegaram os pratos deliciosos à mesa, foi uma diversão com a colher, pronta a esborrachar todo o seu conteúdo. Este restaurante-bar tem duas áreas distintas: uma totalmente ao ar livre, da qual já vos tínhamos falado aqui e outra coberta, ideal para os dias mais frescos e ventosos, onde ficámos desta vez.







Antes do regresso a casa, ainda passamos numa loja muito especial, da qual vos iremos falar noutro post.



Ideias para as Mamãs:
A Menina [da Mamã] está a usar uma túnica da Lanidor Kids (colecção passada), calças de ganga United Colors of Benetton e casaco em linha rosa Zara Kids


Até já!

quinta-feira, 19 de junho de 2014

O melhor do meu dia - Desculpas há Muitas







Já participamos no desafio "Desculpas há Muitas" desde Fevereiro e tentamos não falhar um dia deste projecto de aprendizagem fotográfica e criatividade, que os We Blog You e a Raquel Caldevilla colocam a todos aqueles que queiram juntar-se. Nem sempre o conseguimos, mas mantemos o empenho. 
A desculpa de hoje, 19/06, Nariz, levou-nos a uma foto cheia de doçura e que foi sem dúvida o melhor do nosso dia!

Ideias para as mamãs
A Menina [da Mamã] está a usar um body de gola e umas jardineiras de sarja verde água Ma Petite Princesse e um casaco em linha branco Zara Kids. No cabelo, gancho-flor Amor-Algodão.
Até já!




quarta-feira, 18 de junho de 2014

14 meses de parentalidade






14 meses de parentalidade… Pode ser um lugar comum, mas o tempo voa e a menina da mamã cresce a olhos vistos. Este crescimento não se vê apenas em altura, estendendo-se a novos comportamentos e experiências. A grande mudança com a qual lidamos agora, é sem dúvida, o andar.

O parque já não apetece, mesmo com brinquedos cheios de cor, luzes e sons. Estende-nos o bracinho rechonchudo para passear para trás e para diante. Sempre que lhe calçamos meias antiderrapantes ou sapatos, rapidamente começa a querer escorregar do nosso colo para se colocar em marcha. Esta curiosidade alarga-se também a todos os momentos em que estamos fora de casa, nomeadamente em restaurantes. Onde antes a comida concentrava todas as atenções da bebé, entretendo-a com os seus aromas e formas, um espaço cheio de mesas e cadeiras torna-se demasiado curto, num instante e a porta da rua é um horizonte muito mais engraçado para explorar.
Por outro lado, a destreza e a coordenação de movimentos já permitem muito mais brincadeiras, simples, como abrir e fechar a tampa do copo de água ou dar-e-receber algum objecto.

A par das mudanças físicas, há o desenvolvimento de um gosto próprio que começa a adquirir sobre o que quer fazer e com quem quer estar, com manifestações mais vincadas. Está, também, cada vez mais meiguinha para a mamã e para o papá.




Encontrei esta tabela “É próprio da idade…” no blog Mum’s The Boss, da Magda Dias, e gostei imenso de a ler, pois descomplica a nossa atitude de mamãs e papás, explicando de forma bem sintetizada o que é normal em cada fase/intervalo de crescimento dos mais pequenos, sem ficarmos de cabelos em pé. Também se revêem?
Surge agora a grande questão: é / irá ser fácil ou difícil acompanhar certos comportamentos? Tenho apenas uma certeza: vamos ter dias melhores e dias menos bons. Mas tudo faz parte dos laços pais-filhos!

Ideias para as Mamãs:
A Menina [da Mamã] está a usar uma t-shirt e uma écharpe Zara Kids (apeteceu-me experimentar uma ideia diferente) e gancho-flor Amor- Algodão


Até já

terça-feira, 17 de junho de 2014

O [meu] guarda-roupa inventado - Sacos para Muda de Roupa





Com nuvens ou sem elas, o Verão está mesmo a chegar e, com ele, o tempo de praia ou piscina. É nesta altura que os sacos para as mudas de roupa se tornam nos nossos melhores aliados. Queremos que sejam práticos, leves e fáceis de transportar.

Para além destas características, queremos que sejam muito giros e divertidos para os mais pequenos. Se forem personalizáveis, são facilmente identificáveis, principalmente em grandes grupos de crianças. Assim, o nosso guarda-roupa inventado abre as suas portas a várias sugestões para as meninas e para os meninos também!

A Mãos de Tesoura traz-nos os sacos mais deliciosos, personalizáveis na ilustração, no nome e na cor. A foto que seleccionamos é um exemplo para as “girls”, mas existem imensas opções para os “boys”, nos seus álbuns.



A BG Kids criou um conjunto para a maternidade, com o saco 1.ª Roupa (na imagem) e 4 saquinhos complementares que “crescem” com a criança tanto para a função muda de roupa, como para a colocação de fraldas. São também personalizáveis na cor e letra.



A Sewprise, dentro das suas várias opções, disponibiliza um saco para a muda de roupa em tecido plastificado e com o pormenor romântico da renda, sobre tons pastel.


 
São ou não são mesmo queridos?
  
Até já!

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Pavlova com Cereja






Como adoro doces e sobremesas em geral, sempre quis experimentar fazer uma pavlova! Esta é uma sobremesa que parece saída de um desafio de um programa de culinária, mas na realidade, é bastante simples de se fazer.
Optei por colocar em prática metade de uma receita encontrada numa edição especial de Natal, da Donna Hay Magazine e correu mesmo bem, aproveitando a época das cerejas. Um dos truques que utilizei para a preparar, foi recorrer à base de uma forma de mola, não só para recortar o círculo de papel, mas para levar a pavlova ao forno e servi-la. Fiquem, agora, com a receita que utilizei e experimentem! Se puderem, enviem-nos fotos do resultado para a nossa página.



Serve 8 a 10 pessoas

225 ml. de claras (aprox. 6 ovos);
330 gr. de açúcar;
1,5 colher de chá de vinagre branco;
375 ml. de natas (para fazer chantilly);
400 gr. de cerejas, para servir

Xarope de Cereja
220 gr. de açúcar;
250 ml. de água;
150 gr. de cerejas (sem caroço)




Para fazer o xarope de cereja, coloque a água e o açúcar em lume brando, mexendo sempre até o açúcar estar completamente dissolvido. Aumente o lume, adicione as cerejas e após levantar fervura, mantenha durante 10 a 15 minutos, ou até o xarope ficar espesso. Quando estiver pronto, o xarope deverá ser coado, (num passador de rede) para retirar as cerejas. Deixe arrefecer e reserve.
Pré- aqueça o forno a 150º. Bata as claras em castelo até estarem bem firmes. Adicione o açúcar (uma colher de sopa, de cada vez), batendo sempre as claras entre cada colher adicionada. Quando o açúcar já estiver totalmente adicionado, bata as claras em castelo durante mais 6 minutos. Adicione o vinagre e bata o preparado durante 2 minutos.
Desenhe um círculo de 26 cm. numa folha de papel vegetal próprio para cozinha (e para poder ir ao forno) e coloque num tabuleiro (próprio para bolos). Coloque o preparado, com colheres de sopa bem cheias, no círculo recortado. Reduza a temperatura do forno para 120º e deixe cozer durante 1 hora e meia. Desligue o forno e deixe a pavlova arrefecer, completamente, lá dentro. Decore com o chantilly e com as cerejas, e espalhe o xarope de cereja (com uma colher de chá) a gosto.

Receita adaptada da Donna Hay Magazine - nº 60





quarta-feira, 11 de junho de 2014

O melhor do meu dia - Carinho





Imagem encontrada em http://audreyjeanneshop.tictail.com/

Nos momentos tristes, o carinho dos nossos filhos é o maior conforto que podemos ter. Hoje, quando vivemos um desses momentos, a menina deu o pequeno almoço, à base de cereais, à mamã... Primeiro, com a sua mãozinha, um a um. Depois, com a colher. Sempre com muitas festinhas e miminhos.
Força e esperança para dias melhores são transmitidas em pequenos gestos ou num simples olhar sereno de criança.

Até já.

terça-feira, 10 de junho de 2014

Jardim da Estrela - Knot, Crafts & Design e muita animação






O Jardim da Estrela é um verdadeiro coração verde no centro de Lisboa, onde sabe sempre bem voltar, em todas as estações do ano. Podemos vê-lo sob uma luz mais branca ou mais dourada, com sol ou com nuvens, mas sempre com um olhar renovado.
Como estes dias finais de Primavera teimam em agitar-se com vento e tempo mais carregado, nada como passear no jardim.
Este Domingo, aliás como a maioria dos fins de semana na Estrela, foi pontuado por alguns eventos: O dia da criança Knot e a Feira “Crafts & Design”.




A Knot organizou várias actividades mais orientadas para crianças mais velhas do que a menina da mamã, como corridas de sacos, o jogo da corda, coreografias, entre outras. Mesmo assim, a música captou a sua atenção e lá começou a bater palmas.





Mais à frente, encontrámos muitas propostas cheias de cor e originalidade, nas bancas da Crafts & Design, como as imagens da Maria Santos ou os teatrinhos da Pukaca, do qual trouxemos um a pensar em brincadeiras futuras.







Chegada a hora do lanche, foi tempo de nos sentarmos na relva fresca.




Nem só de pausas se fazem os momentos na relva, mas também de muitos passos e descobertas, como folhas e pombos.





O regresso a casa trouxe muito sono e o cansaço bom de uma tarde passada ao ar livre.


Ideias para as Mamãs:
A Menina [da Mamã] está a usar uma t-shirt de manga comprida Tuc-Tuc, calças de ganga United Colors of Benetton e gancho-flor Amor- Algodão



Até já!

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Uma aventura na Feira do Livro








No sábado passado, fomos com a menina da mamã, pela primeira vez, à Feira do Livro. Queríamos ir durante a manhã (a abertura era às 11h.), mas como não foi possível, fomos a seguir ao lanche.
Estava mesmo muito cheia, pelo que foi uma verdadeira aventura para circularmos os três, pois com o tamanho e peso actuais da bebé, o marsupial está praticamente excluído. Mesmo assim, conseguimos apreciar o espaço e trazer alguns livros infantis.





Esta Feira traz-me recordações de infância muito felizes: ia normalmente ao fim do dia, já depois do jantar, com os meus pais e com a minha irmã. Os expositores estavam todos iluminados, com tantos livros para podermos ver e escolher aqueles de que mais gostássemos. O ambiente parecia-nos sempre de festa, com muitas pessoas e umas belas farturas que não podiam faltar. Quando chegávamos a casa, podíamos deitar-nos mais tarde do que o habitual e ver com mais atenção o que tínhamos trazido connosco. Espero conseguir passar este entusiasmo adiante!
Nos dias de hoje, há imensa oferta para petiscar, refrescar e descansar, permitindo usufruir mais tempo no recinto. Para mim, a tradição ainda é o que era e não pude deixar de ir buscar uma fartura estaladiça, acabada de fazer.









A menina da mamã, a dada altura, saltou da cadeira para o colo para ver todas as cores das capas que a rodeavam. Parámos, entre outros, no stand da Edicare, que tinha uma excelente ideia para os mais pequenos chegarem aos livros: uns bancos com degrau, onde a bebé gostou muito de estar.









Na era “smart-tudo”, um livro ainda continua a ser uma janela aberta para a imaginação, onde podemos entrar em mundos fantásticos, durante horas (se pudermos), tornando-se numa excelente companhia.
Proporciona também momentos mágicos de partilha com os nossos filhos, longe dos videojogos e dos desenhos animados.








Ideias para as Mamãs:
A Menina [da Mamã] está a usar jardineiras em sarja verde água Ma Petite Princesse, um body de gola Alecrim e um panamá United Colors of Benetton;
Em casa - Túnica United Colors of Benetton, calças Mayoral e gancho Amor Algodão.



Até já!