segunda-feira, 13 de julho de 2015

O que não pode faltar em casa - New Baby







Já passámos as 34 semanas e agora é tempo de passar à lista dos essenciais (via curso Mamãs & Companhia II que fizemos durante a gravidez da nossa menina) a ter em casa para a chegada do bebé. O menino da mamã vai beneficiar do facto de já ter uma mana mais velha, mas com uma diferença relativamente pequena de idade, pelo que vão utilizar muitas coisas em comum:

  • Caixas de soro fisiológico em unidoses;
  • Álcool a 70º (para desinfectar o cordão);
  • Compressas esterilizadas 5x5 (limpeza dos olhos e do cordão) e não esterilizadas 10x10 (banho e mudança da fralda), ambas em tecido não tecido;
  • Fraldas (descartáveis e de pano);
  • Termómetro para a água (apesar de ter desenvolvido uma sensibilidade apurada à temperatura, verifico sempre com o termómetro);
  • Gel de banho/cabelo;
  • Creme hidratante;
  • Creme para a mudança da fralda;
  • Banheira (de bebé);
  • Óleo puro vegetal (amêndoas doces/aveia) para massajar o bebé;
  • 2 biberões (é importante prevenir qualquer situação que possa surgir, sendo possível dar-lhes utilização em qualquer circunstância, através da extracção do leite materno ou do leite em pó);
  • Escovilhão;
  • Chuchas;
  • Esterilizador (muito prático nomeadamente para as chuchas, mas deverá ser sempre uma opção, pois é possível fazer a esterilização com a água a ferver);
  • Alcofa/Mini-berço/Cama;
  • Meio de Transporte para o carro (convém experimentar antes, para verificar se tudo a funcionar).

Por aqui, a check-list está praticamente completa ;)

Nota: Placa Ilustração Feliz é Quem Diz que faz parte do quarto dos mais pequenos da casa.

Até já!

2 comentários:

  1. Olá!
    Vou te contar a minha experiência. Também me disseram para passar álcool no cordão do Diogo e assim o fiz... sabes o que aconteceu? O cordão começou a mumificar, não caía. Fui ao consultório do médico que o assistiu no pós parto (chefe da neonatologia do hospital) e ele disse que é mau usar álcool. Mandou-me passar betadine e o cordão caiu dois dias depois. Apanhei um susto terrível...
    Outra coisa que achei por bem comprar e que ainda dá imenso jeito é o nebulizador da Pic. Usei imensas vezes... quando eles ficam constipados ou com tosse é milagroso e escusas de andar a correr para o médico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Xica! A nossa experiência com o cordão da nossa filha correu muito bem, tendo caído ao fim de 9 dias após o nascimento, sem infecções. Usámos apenas a compressa como nos indicaram no hospital para limpar a base que formou o umbigo. Também temos o equipamento da PIC, embora não o tenhamos comprado logo após o nascimento. É sempre bom pedir uma opinião ao pediatra, pois as terapêuticas estão sempre em evolução e estes equipamentos representam um investimento. Um beijinho nosso

      Eliminar

Todos os comentários estão sujeitos a moderação, pelo que após a mesma, serão publicados