terça-feira, 12 de agosto de 2014

6 Dicas para um Ice Tea Fantástico






Cá em casa, gostamos muito de chá (principalmente a mamã) e, nos dias de Verão, adoramos fazer Ice Tea caseiro. No outro dia à noite, já com a menina da mamã a dormir tranquilamente, navegava no site The Kitchn e encontrei 6 dicas simples para aperfeiçoar esta bebida tão refrescante.  Estas ideias são adaptadas a partir das sugestões de David Barenholtz - American Tea Room.  

1 – Utilizar folhas soltas e em maior quantidade:

A utilização de folhas soltas maximiza o sabor do chá, uma vez que se trata de uma bebida sujeita a um maior grau de diluição, ao adicionarmos os cubos de gelo. Uma boa relação quantidade de água/folhas é de 200 ml/1 colher de chá cheia, sendo que para um bom ice tea, deveremos utilizar o dobro das colheres para cada medida de água.
Existem dois métodos: ferver a água, com as folhas soltas e coar, juntando as pedras de gelo ou fazer com água fria e deixar que as folhas libertem o seu sabor de um dia para o outro, coando antes de servir. Se utilizarmos chá verde, a utilização de água fria pode deixar um travo amargo.

2 – Não restringir o ice tea ao chá preto ou ao chá verde simples

Chás frutados (alperce, maracujá), florais (jasmim, rosa, alfazema) ou Rooibos (sem cafeína) são boas alternativas para acompanhar refeições, indo além dos tradicionais chá preto ou verde.

3 – Adoçar com sumo de fruta

Uma forma de substituir o açúcar, é adicionar sumo de fruta combinando sabor e cor, sempre tendo em conta as proporções (por exemplo, 1 parte de sumo para 7 a 8 partes de chá). Uma outra alternativa para adoçar são os xaropes, como o de flor de sabugueiro (já experimentei e resultou lindamente), à venda na IKEA.

4 – Adicionar Fruta

Seguindo o princípio da sangria, a fruta pode absorver o já referido travo amargo, devendo ser adicionada com o chá já frio. Poder ser utilizada à temperatura ambiente ou congelada, reforçando a frescura da bebida.

5 – Ervas Aromáticas

Os sabores intensos passam também pelas ervas aromáticas tais como a alfazema, o rosmaninho, a menta, a hortelã, a erva- príncipe e tantas outras que realçam várias características do chá que escolhemos.

6 – Não ter medo de experimentar

Todos nós temos ingredientes favoritos e podemos inovar, através de combinações inesperadas. Umas vezes, a mistura irá resultar, outras nem por isso. Gostamos muito de canela e normalmente resulta muito bem com o chá preto. O importante é mesmo experimentar e dar largas à imaginação!

Para fazermos o ice tea na foto usámos chá preto com especiarias (canela, cardamomo, cravinho, gengibre e pimenta rosa), adoçado com sumo de manga e maracujá


Até já!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários estão sujeitos a moderação, pelo que após a mesma, serão publicados