quarta-feira, 23 de abril de 2014

À descoberta do Porto





Retomamos hoje a nossa viagem pelo Porto, continuando a caminhar pelas suas ruas e a saborear os seus encantos.
Passear pela Baixa da cidade é uma experiência fantástica, pois a cada passo encontramos edifícios com a sua azulejaria com padrões multicolores, abraçada por pedras imponentes e cheias de história. Sabe bem ir descendo vagarosamente, ao som do canto das gaivotas, até ao Douro e ver a zona ribeirinha atarefada, cheia de visitantes que, tal como nós, tentam captar um pouco da sua essência em imagens. É impossível não ficar rendido à beleza da Ponte D. Luís I, que une as duas margens, com a sua estrutura rendilhada.



Baixa do Porto


Junto à Ribeira


Ponte D. Luís I

Outro aspecto que adoramos descobrir foi a vivacidade do comércio tradicional, com imensas lojas novas que recuperam os conceitos de outrora. Um desses exemplos é a Mercearia das Flores, onde é possível degustar várias iguarias que vão da doçaria conventual à fantástica tarte de amêndoa, à qual não conseguimos resistir. A menina da mamã adorou ver todas as conservas que enchem as prateleiras deste espaço, onde apetece ficar.





A menina da mamã e o papá a verem todas as novidades da mercearia


Tarte de Amêndoa (Deliciosa!!), na Mercearia das Flores

Junto à Torre dos Clérigos, encontramos o Passeio que tomou o seu nome, com várias lojas, restaurantes e cafés. Aí, fomos à Paez, à procura de umas mini para a bebé, mas já não encontramos o n.º no modelo que queríamos. Continuando em frente, deparamo-nos com uma das mais belas livrarias do mundo e um verdadeiro marco, a Livraria Lello e Irmãos, que dizem ter inspirado a biblioteca de Hogwarts, nos famosos livros do Harry Potter.



Paez - Passeio dos Clérigos


Fachada da Livraria Lello e Irmãos

Uma das preocupações que tivemos foi procurar espaços baby friendly para as nossas refeições. E como o tempo, para preparar os nossos dias no Porto, não foi muito, contamos com sugestões preciosas de mamãs bloggers do Norte. Um restaurante a não perder é o Reitoria, que tem esse nome devido à sua proximidade à Reitoria da Universidade do Porto. Aqui, conjugam-se os conceitos de wine bar, focaccia house e steak house, onde é possível conversar e relaxar com umas tapas ou jantar carnes de excelente qualidade (acreditem que vale mesmo a pena, a comida é maravilhosa).


Fachada do restaurante Reitoria


Gressinos com alecrim acompanhados por um copo de vinho da região do Douro


Como somos apaixonados pela cozinha italiana, aproveitamos a nossa ida à Foz para almoçarmos no Porta Rossa, que tem um ambiente descontraído, ideal para ir em família.



À entrada do Porta Rossa


Água bem fresca para o calor que se fazia sentir


Quase a terminar o nosso passeio, ainda vamos ter um último post sobre um jardim maravilhoso e mais um espaço para almoçar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários estão sujeitos a moderação, pelo que após a mesma, serão publicados