quarta-feira, 31 de julho de 2013

O sono



Como dorminhoca mais do que assumida, o sono é muito importante para mim, bem como um certo número de horas do mesmo. Desde o último trimestre da gravidez, tudo mudou... Tive muita, mas mesmo muita azia e tinha de dormir sentada... Não conseguia dormir mais do que 2 a 3 horas por noite.
Com a menina da mamã já cá fora, a adaptação mais difícil foi a do sono interrompido... Mais do que dormir poucas horas por noite, foram as interrupções sem duração prevista que mais custaram.
Mas tudo vale a pena para ver aquele as olhinhos a brilhar seja a que hora do dia for.
Antes de vos deixar para descontar o meu cupão de horas de sono, tenho de contar-vos que hoje foi um dia muito bom, com uma grande passeata a pé, com a mamã e o papá...A bebé portou-se muito bem!!
Boa noite e bons sonhos!!



terça-feira, 30 de julho de 2013

A importância de um sorriso





Diz-se que um sorriso ilumina uma sala, mas antes de mais ilumina um rosto. Pode ser reconfortante em momentos difíceis e anima os dias mais cinzentos.
No entanto, não há tesouro mais precioso de que o sorriso de um filho, no meu caso, filha!
A primeira vez que a vi a sorrir, estava a dormir e provavelmente fê-lo de forma involuntária... Gosto de imaginar que estava a sonhar com coisas boas como os beijinhos da mamã...
Já maior, adoro ver aquele delicioso sorriso ainda sem dentes que prende a mamã e o papá e deixa-nos suspensos, a olhar para ela!
Uma das coisas que espero, quando ela crescer, é que mantenha sempre o mesmo sorriso cheio de confiança e felicidade!!



5 Sentidos - O Olfacto





O olfacto é, para mim, o sentido mais instintivo e o que cria memórias mais recônditas, podendo ser despertas por um simples aroma, claro está. A minha infância foi recheada de cheiros tão bons como o de um bolo acabado de fazer pela minha mamã, que enchia a casa toda... O perfume das agulhas de pinheiro que sempre me tornaram mais presente o cheiro a Natal ou o cheiro a café acabado de moer que saía de uma pequena loja, que havia no caminho da escola.

Na gravidez, o meu olfacto passou a "faro" e passei a identificar, com precisão e à distância, muitos aromas. Curiosamente, apesar de ter enjoado o tempo todo, desde as 6 semanas, os cheiros não eram causa de náuseas.
Com a menina desta mamã, o meu nariz materno despertou ainda para novas dimensões, aprendendo muito rapidamente a perceber quando a fralda ainda estava a ser preenchida por algo mais "pesado" ou pelo cheirinho delicioso a bebé nas roupinhas... É mesmo o cheirinho exclusivo dela, pois não uso perfumes e os produtos de higiene também são sem fragrâncias. Desculpem a abudância de "inhos", mas com bebés é mesmo assim.
Agora, o ponto alto desta viagem pelo olfacto, são os passeios... Cada vez que a menina da mamã detecta um cheiro novo para ela, mesmo que esteja a dormir, arrebita logo o narizito e vira-se para a direcção de onde o mesmo lhe chega... Será de destacar que nem sempre os cheiros são dos mais agradáveis, mas são diferentes e trazem novas sensações na descoberta do mundo que a rodeia.



segunda-feira, 29 de julho de 2013

O Dom da Ubiquidade




Durante este fim de semana, dei por mim a precisar de estar em diversos espaços, momentos e com diversas pessoas ao mesmo tempo... Mas caindo na realidade, sou só uma e por muito que me tentasse dividir, não tenho, sem dúvida, o dom da ubiquidade.

Como mamã, estou cada vez mais a aprender a ser multitasking e a gerir melhor o tempo. Sei que ainda tenho um loooooonnnggggooo caminho a percorrer e muitas inseguranças a ultrapassar. Passo a passo, lá chegarei.
Esta é uma arte que se vai aperfeiçoar pela vida inteira, nomeadamente o lidar com a pressão... Não quebrar sob um peso que às vezes é imposto por mim própria.
Descontrair é a palavra chave, lembrando sempre que o dia a dia é feito de imprevistos e é preciso não ter medo de falhar... Afinal, ninguém é perfeito.
Felizmente, o amor e o apoio do papá ajudam esta mamã a ser cada vez melhor, estando os dois sempre incondicionalmente devotados à sua menina!




quinta-feira, 25 de julho de 2013

5 Sentidos - A Audição




Um dos sentidos que mais desenvolvemos desde a gravidez, foi a audição.

Por muito estranho que possa soar, o papá conseguiu ouvir o bater do coração da bebé, e sem o auxílio das ecografias, a partir das 24 semanas, encostando o ouvido à barriguita crescente... E foi tão bom!!!
Com os três no mundo exterior, qualquer movimento, respiração ou barulhinho conseguia vencer de imediato o cansaço e os olhos fechados.
O tempo e a prática apuraram os nossos ouvidos, conseguindo identificar os diferentes tipos de choro e, de um modo geral, os seus motivos, sem as dificuldades iniciais.
Mas o mais extraordinário foi mesmo a transformação de uma mamã dorminhoca e de um papá ligeiramente surdo em super ouvintes!




As Múltiplas Faces do Sono





A menina desta mamã é um verdadeiro camaleão quando chega o sono, mostrando múltiplas faces...

A Euforia: apesar de estar já completamente mais para lá do que para cá, luta contra a chegada do João Pestana, mexendo energicamente as pernitas, os bracitos e arregalando os olhos.
A Birra: quando o cansaço já vai longo, mesmo com muitos mimos, colo e canções de embalar, vem o choro, e que choro... Por vezes, parece inconsolável e atinge tons dignos de uma Maria Callas...Mas a amiga chucha vem normalmente dar uma ajuda neste duelo de vontades.
O Ataque Surpresa: algumas vezes, mas poucas, o sono chega de mansinho, apanhando a menina desprevenida.
Passemos aos ritmos... Após a instalação do modo "dormir", que varia do "off/on", despertando sempre que cai a chucha, ouve uma agulha a cair no chão ou sente o insustentável peso de um lençol de berço, ao "completamente ferrada", que nem uma trovoada a acorda.
Seja qual for a face ou o ritmo, a menina desta mamã é adorável e adorada, derretendo os nossos corações com um simples agarrar de dedo.



quarta-feira, 24 de julho de 2013

Banda Sonora do Quotidiano



Como já poderão ter reparado, cada post publicado, até agora, termina sempre com uma nota musical, uma canção que seja inspiradora. Adoro música e penso que ela torna melhor cada momento do nosso dia, seja ao acordar, no banho, a conduzir (se houver trânsito, ajuda ainda mais), no trabalho, como em tantos outros momentos. Mesmo quando não estou a ouvir nenhuma melodia, gosto de imaginar qual a música que faria a banda sonora daquele momento... Animada, tranquilizadora, solene...
Com a Bebé, a música tornou-se ainda mais importante e divertida... Adoro vê-la e ouvi-la rir, soltar guinchinhos de contentamento!! É claro, que há o lado "terapêutico", isto é, o da indução do sono e para espanto da mamã e do papá, as preferências para esta altura não são as tradicionais canções de embalar. Quando é preciso uma solução eficaz, salta o grande sucesso coreano Gangnam Style ou alguma música da Pink!


terça-feira, 23 de julho de 2013

5 Sentidos - O Tacto





Quando me tornei mamã, e estou a falar desde a gravidez, os cinco sentidos ganharam uma dimensão completamente nova... A primeira vez que senti a bebé a mexer foi uma sensação estranha, mas tão boa... Senti umas cócegas bem suaves!! À medida que ela foi crescendo, cada toque era bem mais forte e animado, principalmente se eu comia alguma coisa doce, o que naturalmente todas as mães acham normal, mas foram momentos únicos para mim e para o papá, também!

No dia em que ela nasceu, foi tão bom segurá-la nos meus braços, sentir a mão tranquila do papá ao nosso lado. E agora, do alto do seus três meses, a menina da mamã adora adormecer com as suas mãozinhas agarradas com força, aos nossos dedos - o verdadeiro toque mágico!


sábado, 20 de julho de 2013

O Início




Tudo tem um início e este é o meu na esfera blogger... Como tantas mamãs, a minha menina inspirou-me a escrever e a muitas coisas mais ! Este é um espaço para expressar pensamentos, sentimentos, experiências, dúvidas e o que mais houver.
Como a Menina da Mamã não existiria sem o seu Papá, também haverá espaço para os momentos da Menina do Papá!!